Motor Vício

Hyundai CAOA acusada de propaganda enganosa

12 de mai. de 2016 Categorias: , 0 Comentários

A Hyundai-CAOA foi processada por propaganda enganosa devido à um veículo vendido em 2011, e o cliente ganhou na justiça. A ação é definitiva, sem direito a recursos.

Hyundai CAOA perde na justiça e importará Veloster de 140 cv para cliente

O veículo, de ano modelo 2011, foi entregue ao consumidor com a informação de que desenvolvia 140 cv e tinha um consumo de até 15 km/l.

O grupo CAOA, que representa a Hyundai será obrigado à dar outro modelo 0KM, de 140 cv. Além de tudo, ainda irá pagar R$ 15 mil reais ao consumidor por danos morais.

O ocorrido: No ano de 2011, Denis Nicolini comprou um Veloster em uma das concessionárias do grupo CAOA. Os anúncios diziam que o cupê era equipado com motor 1.6 de 140 cv com injeção direta de combustível, e contava com itens como navegador GPS, oito airbags, porta-óculos, bancos dianteiros com ajustes elétricos e kit de som premium com oito alto-falantes. Mas, a unidade adquirida por R$ 75.700 não oferecia nada disso, e o motor era o conhecido 1.6 com injeção convencional e 128 cv.

Em nota, a CAOA nega que tenha vendido o carro fazendo uma propaganda enganosa: "A CAOA nega veemente ter havido qualquer tipo de propaganda enganosa. A Empresa apresentou ao consumidor todos os componentes do modelo Veloster, forneceu a tabela com todas as características internas e externas do produto, momento em que o mesmo resolveu adquirir espontaneamente o veículo, sem qualquer ressalva em 2011. Em relação a potência e demais itens do produto, a questão está cabalmente pacificada no DENATRAN ao qual foram realizados todos os testes de dinamômetro de motor, confirmando assim o anuncio de que o veículo importado para o Brasil continha 140 cv de potência e motor tipo DOHC"

Neste caso, a Hyundai terá que importar um modelo dos EUA ou da Coréia do Sul, com 140 cv para substituir o Veloster vendido, pois a importação para o Brasil não é feita desde 2014.


Seja o primeiro a comentar: